Método Geofísico: Gravimetria 

    O método geofísico de gravimetria é baseado na medida da variação do campo gravitacional da Terra que pode ser causada por uma ampla variedade de situações geológicas. Além de ser empregado no setor da mineração para descrever corpos metálicos, pode ser utilizado para revelar a forma em subsuperfície de intrusões ígneas; em investigações hidrogeológicas para determinar a geometria de potenciais aquíferos, e na área militar, já que a trajetória de um míssil é afetada pela variação gravimétrica.
    A aplicação deste método está relacionada, fundamentalmente, na diferença das densidades das rochas. Um corpo (alvo) com densidade mais elevada do que as rochas do entorno produz um aumento em massa, essa massa “extra” é conhecida como anomalia positiva. O contrário, quando um corpo tem densidade mais baixa do que as rochas hospedeiras, é chamado de anomalia negativa.

 

 

 

 

 

 


 

       

 

 

 

 

         Obtenção do valor relativo de gravidade:

       A medição do valor absoluto de gravidade é complexa e requer um longo período de observação, assim, definiu-se a Rede Internacional de Padronização da Gravidade (International Gravity Standardisation Network – IGSN) como origem dos valores absolutos de gravidade. A partir das estações IGSN e a gravidade medida em um determinado local são obtidos os valores relativos de gravidade. Os instrumentos capazes de fazer essas medidas são conhecidos como gravímetros. É composto, basicamente, por uma balança de mola carregando uma massa constante. Assim, a gravidade local é facilmente obtida a partir da extensão da mola.

 

         Limitações do método:

       

        Os gravímetros podem apresentar erros de medida devido ao fenômeno da deriva, que resulta da deformação não elástica sofrida pela mola com o passar do tempo. Quando as medidas são relativas ao ambiente marinho, é utilizado um gravímetro modificado para uso em navios, neste, a precisão é consideravelmente reduzida devido às severas acelerações verticais e horizontais impostas ao medidor causadas por ondas e pelo movimento do navio. Assim, alguns procedimentos são realizados para a eliminação desses
efeitos: montagem do aparelho numa plataforma horizontal giro-estabilizada e uso da média de aceleração vertical para uma filtragem passa-baixa (movimento das ondas = positivas e negativas). 

        

         Vantagens do método:

         

      Os levantamentos gravimétricos podem atingir grandes profundidades e áreas extensas. Além disso, a possibilidade de realizar levantamentos gravimétricos em regiões marinhas estende o escopo do método de modo que a técnica possa ser empregada na maior parte das áreas do mundo. 

 

 

          Referência Bibliográfica
          PHILIP KEAREY, MICHAEL BROOKS e IAN HILL, Geofísica de exploração.

Por: Camila Körbes Hauschild

Contato

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Agronomia                                         contato@ejminas.com

91509-900

Prédio 43427                                                                                    +55 51 9 9396 5763

Porto Alegre - RS

Copyright 2015 © EJMinas. Todos os direitos reservados.

  • Facebook - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
EJMinas - Consultoria em Mineração