Minério de Ferro na Realidade Brasileira

Foto: Complexo Mina/Usina de Brucutu, em São Gonçalo do Rio Abaixo - MG.

           A mineração tem um papel essencial no desenvolvimento do Brasil. O setor é responsável pelo balanço da economia nacional, além de ser uma atividade econômica extraordinariamente lucrativa. O minério de ferro é extremamente importante no cenário econômico brasileiro, sendo uma das commodities mais significativas produzidas em território nacional e exportadas pelo País.

           Existem três principais áreas no Brasil onde o minério de ferro é explorado: Quadrilátero Ferrífero (Minas Gerais), Maciço Urucum (Mato Grosso do Sul) e Serra dos Carajás (Pará).  As grandes empresas extratoras e produtoras de minério de ferro no Brasil são a Vale, Samarco, CSN, MMX e Usiminas, cada uma responsável por, aproximadamente, 80%, 6%, 5%, 2%, 2% da produção nacional, respectivamente.

           O minério de ferro retirado da natureza não é constituído por ferro puro, é encontrado repleto de impurezas e precisa ser submetido à procedimentos de limpeza e purificação para que, então, possa passar a ser utilizado nas indústrias. O beneficiamento passa a ser um processo crucial para a concentração do ferro e a retirada de elementos indesejáveis, como a sílica. O principal minério de ferro encontrado nas jazidas brasileiras é a hematita (Fe2O3), formada por 70% de ferro e 30% de oxigênio. O ferro puro é somente obtido posteriormente a completa eliminação de oxigênio do minério.

           No Brasil, o minério de ferro possui uma enorme responsabilidade econômica: a de contribuir massivamente na balança comercial das exportações de minério do País. Destacam-se como compradores a China, o Japão, a Coréia do Sul, a Holanda e a Itália. A China também é uma grande produtora de minério de ferro, no entanto, a baixa qualidade do material encontrado em suas jazidas faz com que o mercado chinês recorra à compra do minério de ferro brasileiro, adquirindo quase 50% do minério produzido em solo brasileiro.

           Como o ferro é matéria-prima para muitas linhas de produção, é considerado um componente importantíssimo e essencial para a indústria de base. A siderurgia é a grande consumidora deste tipo de minério, tendo utilizado mais de 75% do minério de ferro extraído das jazidas nos últimos anos. A imensa quantidade consumida pela siderurgia é dada em razão do minério de ferro ser a principal matéria-prima para a formação do aço, que é composto em 98,5% por ferro, material fundamental em automóveis, estruturas civis, máquinas e eletrodomésticos.

           Desassociar o ferro – o qual nos remete a sua fonte, o minério de ferro – do cotidiano das pessoas é utópico na realidade corrente, considerando que ele está presente em uma quantidade imensa de objetos que fazemos o uso constante. A sociedade necessita do minério de ferro para continuar a promover o seu desenvolvimento e evolução.

 

Por Andressa Ikeda Martins.

Contato

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Agronomia                                         contato@ejminas.com

91509-900

Prédio 43427                                                                                    +55 51 9 9396 5763

Porto Alegre - RS

Copyright 2015 © EJMinas. Todos os direitos reservados.

  • Facebook - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
EJMinas - Consultoria em Mineração