Potencial de Minério do RS Frente a Alta do Dólar

          Na região sudoeste do RS, situado no Escudo Rio-Grandense, estão localizadas São Sepé, Lavras do sul, Caçapava do Sul e Vila Nova do Sul,nesses municípios existem depósitos minerais provindos de formações sedimentares e vulcânicas, como ouro,cobre, zinco, prata e chumbo, com tamanho arranjo a disposição,esta região é a de maior potencial geológico do estado. No passado grandes quantidades de minérios já foram retiradas do solo, no entanto, há indícios que existam outras jazidas no subsolo a serem exploradas. Em Encruzilhada do Sul, cidade vizinha, cogitou-se até,a existência de minério de ferro. Segundo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), responsável pela concessão de alvarás para o estudo de áreas e fiscalização de empresa, em Lavras do Sul, há cerca de 12 toneladas de ouro confirmadas.

          Para que a pesquisa  e o levantamento de dados de geologia progridam, e por conseguinte a mineração e a exportação,o dólar que tem apresentado alta desde 2014,tem tornado-se um dos maiores aliados do processo.Salienta-se que na exportação,a extração mineral em solo gaúcho,beneficia-se diretamente de: maior produtividade,diminuição da carga tributária,aperfeiçoamento dos recursos humanos,aumento da capacidade inovadora e fomento dos processos industriais.

           A China, o maior importador de recursos tem elevado sua demanda nos últimos anos, sobretudo em 2016, embora tenha desacelerado economicamente 6,5%.As importações de cobre e produtos derivados do metal avançaram 19% em maio ante igual período do ano anterior, para 430 mil toneladas. As importações de minério de ferro também tiveram crescimento de 19% na comparação anual em maio, para 86,75 milhões de toneladas. Ainda estudos há que apontam que continuará a crescer na próxima década,o que pode impulsionar a cotação dos metais. 

          Quando o dólar sobe, a receita gerada pela venda das riquezas minerais consegue cobrir um montante maior de despesas, as empresas da região assim, amparam-se  com o fortalecimento da moeda americana pois recebem em dólar pelas vendas do cobre,zinco,prata e chumbo  que exploram, porém usam reais para pagar trabalhadores,gerando empregos e renda. “O câmbio vem sendo uma válvula de escape”, diz Ben Magara, diretor-presidente da empresa  Lonmin.

          Diante desta afirmação,o setor de mineração, tem sido favorecido nesse momento haja vista que a constante subida do dólar facilita a pesquisa,o progresso e estabilidade do projeto de mina, por meio do aval monetário proveniente do faturamento da exportação em alta. O RS apresenta grandes e promissores depósitos que precisam de estudo minucioso de viabilidade econômica,para tanto,necessita do investimento de recursos financeiros  advindo do  redesenho  das transações econômicas vantajoso ao setor,incentivando o avanço da erudição mineralógica e reprojetando o próximo cenário do preço dos minérios .

Por Camila Iserhardt

Contato

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Agronomia                                         contato@ejminas.com

91509-900

Prédio 43427                                                                                    +55 51 9 9396 5763

Porto Alegre - RS

Copyright 2015 © EJMinas. Todos os direitos reservados.

  • Facebook - White Circle
  • LinkedIn - White Circle
EJMinas - Consultoria em Mineração